História

ORIGEM
A ACISJF nasceu em Friburgo (Suíça) em 1897 por iniciativa de duas associações já existentes, uma alemã e outra suíça.

ACISJF NO MUNDO
Tem sede em Genéve - Suíça
Está presente em 24 países. Para além da Europa, também em África, América Latina, Caraíbas e Médio Oriente.

http://www.acisjf-int.org/index.php?page=monde&

ESTATUTO DE ONG
Estatuto de participação junto do Conselho da Europa;
Estatuto de relações operacionais junto da UNESCO em Paris;
Estatuto de observadora na ONU;
Membro da ECOSOC (Conselho Económico e Social da ONU);
Membro da AIC (Associações Católicas internacionais).

ACISJF EM PORTUGAL
Implantada em Portugal em 1914 e no Porto em 1915, designava-se inicialmente por “Associação Católica Internacional das Obras de Proteção às Raparigas”, tendo mudado para a designação atual em 1964.
Em virtude dos serviços prestados à juventude feminina foi considerada “Instituição de Utilidade Pública” por portaria no Diário da Republica n.º 76 – 2ª série de 02/04/37.
Existem Juntas da ACISJF em Lisboa (nacional), Porto, Faro, Braga e Viana do Castelo.

ACISJF NO PORTO
A sua intervenção no Porto teve início, em 1915, com cursos de formação «Artes e Ofícios Femininos», um escritório de colocações e um Serviço de Gares na estação de S. Bento e de Campanhã. Posteriormente, criou Lares para acolher jovens/raparigas que por razões de estudo, de emprego e de família necessitavam de abrigo. Em Junho de 1984, foi pioneira em Portugal ao criar um Centro de Acolhimento Temporário direcionado para o acompanhamento/acolhimento de mulheres, jovens e famílias monoparentais. Até ao ano de 2004, manteve ativos 6 equipamentos sociais.
Está registada na Direção Geral da Segurança Social desde 21 de Fevereiro de 1984, no livro 2, sob o número 4/84, a fls. 85 verso e 86, integra-se nas Instituições Particulares de Solidariedade Social. Mantém Acordo de Cooperação com a Segurança Social desde 1982.